17 de outubro de 2012

Árvore da vida em formato digital

«OneZoom» é um mapa interactivo que agrupa as espécies vivas»


   Cientistas britânicos e norte-americanos criaram a primeira árvore da vida digital, uma página na Internet onde se podem consultar as relações entre milhares de espécies e remontar-se até ao ancestral comum de que descendem. «OneZoom» pretende agrupar todas as espécies vivas que se conhecem. O projecto é apresentado na «PLOS Biology».
Em jeito de mapa interactivo, esta ferramenta pretende facilitar o estudo da evolução da vida e permitirá observar com mais pormenor as ramificações das espécies desde que o primeiro organismo vivo que apareceu sobre a Terra.
   Desde a publicação de «A Origem das Espécies», de Charles Darwin, em 1859, que os biólogos têm trabalhado para elaborar mapas que permitam relacionar todas as espécies; mas o grande volume de informação disponível dificulta o desenho destes esquemas em papel.
   A tecnologia utilizada pelos mapas digitais, que permitem a aproximação e afastamento de determinado ponto, inspirou os especialistas a elaborar esta árvore interactiva, cujo interface emula o do Google Earth.
   “Depois de décadas de estudo, os cientistas estão a um ano de terminar o primeiro esboço completo da árvore da vida. Seria uma pena se, depois de desenhado, não tivéssemos forma de o visualizar”, explica James Rosindell, biólogo do Imperial College de Londres e um dos promotores do projecto, juntamente com Luke Harmon, da Universidade norte-americana de Idaho. Os cientistas conseguiram reunir, aproximadamente, 5200 espécies e num futuro próximo querem completar o mapa com as restantes, assim como com fotografias dos seres vivos ou dos seus fósseis.
   «OneZoom» está desenhado em forma de árvore frondosa com um tronco robusto que representa as primeiras etapas da vida na Terra. Este vai ramificando-se à medida que as espécies se diversificam e conta com um grande número de folhas com a informação própria de cada ser vivo.
   Ao fazer-se zoom sobre um animal, planta ou organismo, aparecem dados como o tempo que passou desde o seu aparecimento, o actual risco de extinção, o número de exemplares que existem ou uma lista com ligações a páginas on line com mais informações.
   Joel Cracraft, comissário do Museu de História Natural de Nova Iorque, diz que esta “ferramenta de valor incalculável vai revolucionar a forma de ensinar e entender a árvore da vida”.

Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=55913&op=all

5 comentários:

Opinante disse...

Os cientistas são imparáveis!

sara disse...

pois tenho, mas não consigo regular o sono, como há dias que tenho que levantar cedo e outros em que não, é dificil :o

Adriana disse...

obrigada!
não conhecia por acaso. os progressos na ciência impressionam-me :)

Pretty in Pink disse...

Foi uma excelente ideia pa =D

Beijinho*

Smile disse...

Estou a ver que isso vai ser muito completo :) Sinceramente , acho uma óptima iniciativa , até porque as coisas são mais fáceis de organizar quando estão em formato digital +.+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...